Archive / patterns and techniques

RSS feed for this section

a flor mais simples

flores

As flores que fiz para a yarn bomb Flores Caídas é a flor em crochet mais simples que conheço, só precisa saber o básico cordão, o ponto alto e ligar com ponto de cadeia. E num minuto tem uma flor. Para iniciantes não há flor mais simples, por isso deixo-vos aqui o tutorial para que a possam fazer e encher a casa de flores.

Flor Simples em Crochet

Comece com 4 de cordão, o primeiro será o centro da flor e os restantes 3 o início da primeira pétala.

Faça um ponto alto no quarto cordão.

No mesmo buraco faça o segundo ponto alto.

Faça 3 de cordão.

E una aos pontos altos com ponto de cadeia.

Fez a primeira pétala.

Inicie a segunda pétala com 3 de cordão e una ao buraco onde fez a pétala anterior.

Faça mais dois pontos altos, sempre usando o mesmo buraco para centro da flor.

Termine a pétala fechando-a com 3 de cordão e unido com ponto cadeia ao centro.
Repita o processo mais duas vezes. Remate.

E assim tem a sua flor com 4 pétalas iguais, repetindo um esquema simples, 3 cordão 2 ponto alto 3 cordão, quatro vezes.

Para quem sabe ler esquemas, pode usar o meu manuscrito (a habilidade com canetas não é proporcional à das agulhas…).

Uma flor simples mas que em conjunto podem fazer trabalhos bem bonitos e coloridos.

Qualquer dúvida ou sugestão, fale comigo lara@mybelovedcraft.com

Bom trabalho!

 

crochet com segredo

crochet_riddle_mybelovedcraft_3crochet_riddle_mybelovedcraft crochet_riddle_mybelovedcraft_2 crochet_riddle_mybelovedcraft_4

Há pelo menos três pontos de crochet que tenho de os aprender. São os tais pontos com segredo difíceis de por em papel, mais fáceis de passar de boca em boca. Dois sabe-os a minha mãe, o terceiro sabe-o a minha cunhada (que a custo o arrancou de uma tia que não estava muito pelos os ajuste em o ensinar) e agora sei-o eu.

A primeira foto é de uma toalha lindíssima feita pela minha cunhada em tempos idos. “Feita em quanto tempo?”, perguntei-lhe eu, como se já não soubesse que esta coisas vão se fazendo, dura um, dois, três anos. O tempo necessário para que cada peça seja obra de grande, grandioso valor. Coisa que se passa de geração em geração, coisa para ser feita em família, coisa que não tem preço. Nenhum dinheiro pode pagar estes trabalhos!

E, em coisa de meia hora (considerei-me, orgulhosamente, uma boa entendedora e temo que não vá ser tão boa professora como aluna…), consegui perceber as voltas necessárias para se fazer o que parecem ser rosetas feitas individualmente mas que se fazem “de seguida”, começar e acabar sem cortes nem remates.

As pequenas experiências ainda não são exactamente igual ao ponto da toalha, faltam mais umas voltas, mas a essência está lá.

Meninas viciadas em crochet, ficaram entusiasmada? Conhecem algum ponto destes com segredo? Gostava de conhecer mais, conhecer e aprender! Eu sou fascinada por crochet complicado!

 

carteirinha do workshop

carteiracartoes_tut11_mbc

Esta foi a carteirinha para cartões que quem quis aprender crochet fez no primeiro workshop promovido pela Bosque.
É um trabalho simples que utiliza apenas três pontos do crochet: cordão, ponto alto e ponto baixo. Com este pontos poderá fazer mil e um trabalhos, desde esta carteirinha até fitas simples para cabelo, individuais, almofadas, saias! e um sem número de coisas que a sua imaginação permita. Pela experiência que já adquiri afirmo que mais vale aprender apenas dois, três pontos e com eles desenvolver bem a mão com coisas simples do que se embrenhar em crochets circular, rendados ou gorros e outras coisas que farão desistir da arte qualquer iniciante. Devagar se vai ao longe e a prática fomenta a vontade.
Para já partilho aqui o tutorial desta carteirinha para quem já se iniciou no crochet. Mais tarde, e para quem ainda não sabe mas quer aprender, poderão seguir o meu canal do youtube em que ensinarei a fazer os pontos básicos de crochet: cordão, ponto cadeia, ponto alto, ponto baixo e os famosos abertos e fechados.

Tutorial Carteirinha para Cartões

Material: um novelos de fio Veneza Print da Rosarios 4; agulha número 3; botão; agulha de coser lã.
Abreviaturas: Ponto cordão pc; ponto alto pa; ponto baixo pb.
O ponto alto, pa, utilizado é o ponto de duas laçadas de altura.

Para que não hajam confusões, doravante o ponto alto de três laçadas de altura, o mais comum no país, será chamado ponto alto aumentado, paa.

carteiracartoes_tut1_mbc

22 pc (dois representam o primeiro pa da primeira carreira)

carteiracartoes_tut2_mbc

faça o segundo pa no terceiro pc e siga fazendo mais 18 pa. terá uma carreira com 20 pa.

carteiracartoes_tut3_mbc

vire o trabalho para iniciar a segunda carreira. faça 2 pc que serão o primeiro pa da carreira. faça o segundo pa no segundo pa da primeira carreira. siga o trabalho com os restantes 18 pa.

carteiracartoes_tut4_mbc

repita o passo anterior até ter 18 carreiras.

carteiracartoes_tut5_mbc

dobre o trabalho de modo a sobrepor 7 carreiras em 7 carreiras e sobrando 4 para a pala da carteira.

carteiracartoes_tut6_mbc

vire o trabalho como mostra a imagem e comece a trabalhar na lateral do pa, faça dois pb em cada pa. una, assim, as duas partes da carteira.

carteiracartoes_tut7_mbc

chegando à base da carteira trabalhe no intervalo dos pa fazendo um pb em cada um. trabalhe assim até ao fim da base. chegando à outra lateral repita o processo anterior.

carteiracartoes_tut8_mbc

chegando ao topo, pala da carteira, faça 10 pb em cada pa.

carteiracartoes_tut9_mbc

fazendo os 10 pb faça 10 pc (este número depende do tamanho do botão que escolheu).

carteiracartoes_tut10_mbc

continue fazendo um pb no mesmo buraco do pb anterior de modo a ter dois pontos no mesmo buraco e formando um laço para o botão.

carteiracartoes_tut11_mbc

dobre a pala e calcule o melhor sítio para coser o botão, cosa-o e terá pronta a carteirinha para os seus cartões.

Esta medidas foram feitas para obter esta carteira mas mudando-as tanto na vertical como na horizontal fará facilmente uma maior, o método será sempre o mesmo. Pode fazer porta-lápis ou um necessaire, por exemplo.

Guardar