Archive / Junho, 2015

livros de férias

umafamiliainglesa_mbc

oreinoanimal_pintar_mbc

300crochetstitches_mbc

Os livros de férias este ano são três.
Um romance, um clássico para continuar a ler o autor que me faltava conhecer.
Um livro de pintar para adultos que fez o milagre de por um-menino-que-acha-que-é-grande-demais-para-pintar-livros a pintar, como diz o ditado, “com papas e bolos se enganam os tolos”.
E, claro, um rico livro, já conhecido, de pontos de crochet que temo não passe do esfolhear mas preparada vou sempre.
E, vamos lá de férias!!

há sete anos aqui

clarinha_mbc

Depois de ler o post da Virgínia fiquei com vontade de aqui falar com palavras idênticas.
Há sete anos que aqui estou e a cada ano que passa menos tempo dedico a este espaço. Nos entretantos tornei-me mãe de três lindas crianças e o blog deixou de estar na fila da frente. Bem sei que é uma questão de organização para ter um pouco mais de tempo e não deixar para trás um projecto de quase uma década. Para se continuar um projecto artesanal, um blog, uma marca é preciso um tempo especial, um tempo com tempo, que esteja recheado de dedicação, sem ponteiros de relógio e de uma certa solidão (impossível numa família tão grande!). Dizem que a vida é feita de ciclos e o número sete é significativo nestas voltas do mundo e talvez por isso nunca tenha pensado tanto em abandonar a my Beloved Craft como este ano, o ano sétimo. Um certo orgulho pelo o que está feito, um braço direito que não me deixa pensar nisso e uma certa esperança de dias mais egoístas fazem com que ainda me mantenha por cá. E sei que há sempre uma meia dúzia de pessoas que gosta de cá vir e ver e ler o que eu digo e faço. E também por elas projectos de workshops, vídeos, tutoriais estejam sempre a beliscar a motivação para que esta não adormeça.
E assim correm os dias da my Beloved Craft. E assim cresce a manta da Clarinha, mais devagar do que ela.

duas constatações

alperces_mbc

violetas_mbc

Hoje, e quase a chegar aos quarenta, constatei que nunca tinha comido alperces e andei a perder um fruto delicioso e lindo.
A segunda constatação do dia foi ter reparado que só tenho uma violeta apesar desta ser a planta mais produtiva e a que melhor se dá cá em casa. No ano passado deu quatro vezes flor e sempre maiores e em maior número!
Feitas as constatações, há que comprar mais alperces e cultivar mais violetas. Sabiam que as violetas pegam de estaca? Basta por as folhas num copo de água e começam a ganhar raiz. Extraordinário!!